João Pessoa
Feed de Notícias

PSICÓLOGAS DA FUNDAC PARTICIPAM DE SIMPÓSIO E OFICINA DE FORMAÇÃO CONTINUADA

sexta-feira, 26 de abril de 2019 - 16:33 - Fotos: 

As psicólogas e coordenadoras/es técnicas/os das Unidades Socioeducativas da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” – Fundac participaram, quarta-feira (24), de oficina que teve como tema: “As Implicações Técnicas e Éticas da Atuação de Psicólogas (os) na Privação e Restrição de Liberdade”, proferida pela presidente do Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Norte, psicóloga Daniela Bezerra Rodrigues.

O evento fez parte da política de formação continuada da Fundac para a equipe técnica e servidores, através da Diretoria Técnica, dentro do eixo o Suporte Institucional e Pedagógico da instituição. De acordo com a coordenadora do eixo, Érica Renata, a atividade foi pensada com o intuito de oportunizar aos profissionais da área debater o fazer técnico da psicologia no contexto da socioeducação.

“É de extrema importância o debate e discussão diante do retrocesso que tem acontecido com as Políticas Públicas, tanto da Criança e do Adolescente como no Sistema da Assistência Social. Por isso, pensamos em alinhar a prática psicológica socioeducativa, tratando das implicações da prática no fazer técnico e ético.

“A Fundac segue uma das diretrizes pedagógicas do atendimento preconizadas pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), que é a formação continuada dos atores que executam e fazem parte da comunidade socioeducativa. Entende que o debate gera o aperfeiçoamento do atendimento, respeitando um eixo primordial da medida, que é o pedagógico; além de promover o respeito aos Direitos Humanos”, observou Érica Renata.

Os profissionais também tiveram oportunidade de participar do “I Simpósio Paraibano de Psicologia Jurídica”, ocorrido nos dias 24 (quarta-feira) e 25 (quinta-feira), promovido pelo Conselho Regional de Psicologia, com o apoio do Conselho Federal de Psicologia e da Faculdade IESP. Entre outros temas, foram abordados: Medidas Socioeducativas e Redução da Maioridade Penal, Interface da Psicologia com o Direito e Psicologia e Sistema Prisional e Direitos Humanos: Desafios para a Atuação.